GEEU - Cordas

Vornei Augusto vagrella em yahoo.com.br
Ter Nov 27 23:29:17 BRST 2012


Grande Baman!
E aí, galera...
Tudo beleza? ;)

Concordo com você Bamban, sobre termos a liberdade de expressão... Mas aí tem que ter a liberdade de audição também! :D hahaha

Conheço e considero a Carol, quantos aos trabalhos relativos à corda, acredito que ela fez tudo corretamente e sei que ela está fazendo um trabalho excelente com a cotação. :)
Nem preciso dizer que tudo no GEEU é voluntário, ou seja, depende da boa vontade das pessoas fazerem, senão não sai. Já disse... ;)

Assim, só colocando o ponto de vista... 
Eu sei que a Carol não quis ofender nem falar mau da Petlz e nem ninguém! ;)
Mas o fato foi que ela acabou escrevendo a frase " Estas cordas são perigosas, melhor não comprar mais cordas Petzl!!", a qual achei que ficou um pouco pesada e dar mau interpretação!

Foi justamente por isso que eu enviei o e-mail, com a intenção de alertar para que, assim como ela, o pessoal tomasse um pouco de cuidado com o que fossem dizer a respeito desse assunto, justamente para não dão mau interpretação e causar uma situação embaraçadora ou problemas para o GEEU... ;)

Pois o que sai da lista, acaba virando coisa do tipo "O pessoal do GEEU estava lá dizendo..., "O pessoal do GEEU  estavam lá reclamando..."!
E aí á viu... Então temos que ter muito cuidado! Ok? ;)

Ai, vem a Carol e avacalha de vez na resposta ao meu e-mail! :D hahaha
Bem sua cara fazer isso, Carol! ;) heheh
Mas tranquilo!

Creio que ela só precipitou-se em dizer algumas coisas, até talvez por falta de conhecimento, que soaram de maneira errôneas e equivocadas, mas não sei se isso é ou não um consenso geral do pessoal lá no GEEU...
Confesso que foi essa impressão que tive!


Até pretendia conversar isso pessoalmente aí com a galera do GEEU, mas tá difícil ir aí! Ano que vem é volto!

Lembrando que eu também não sou nenhum perito, estou colocando alguns fatos, na tentativa de ajudar a esclarecer as coisas da melhor maneira possível:

1 - Quando usamos as cordas que estavam duras, foi a época que mais arrebentou-se os ATCs e mosquetões...
2 - Antes o chão do GEEU era pintado, hoje é cimentão puro.
3 - Tiveram bastante reformas no GEEU, o que provavelmente, deve ter deixado pó de cal e cimento pelo chão.
4 - Os números de vezes e tempo que se abria o muro, eram bem menores que hoje, lembro que antes era só de segunda a sexta, apenas à noite das 18:00 às 20:00.
Hoje pelo que sei, abre, pela manhã, no almoço, à tarde, à noite e fica das 18:00 até altas horas, até nos feriados a galera tem aberto o muro.
5 - O número de pessoas  frequentando e escalando no muro está bem maior.

Conforme falei para o Walker que eu também criei uma expectativa de que as cordas da Petlz durariam mais...
O que na verdade, ao meu ver, aconteceu, pois acho que muitos fatores foram alterados e/ou esquecidos.

Então quando as cordas da petzl duraram 6 meses, o pessoal achou pouco, pois comparam apenas o tempo com as demais, juntando o fato de ver uma alma sair pela capa (para alguns ali no GEEU), foi algo inusitado e até assustador.

Só lembrando que a durabilidade de uma corda não se mede só pelo tempo, mas muito mais pela utilização.

Achei bem legal o que o Messias fez, de enviar o e-mail para mim, colocando a parte do que estava acontecendo, eu repassei para o Walker e pedimos as fotos... Legal! A Elisa e o Leandrão me enviaram, já repassei!

Também conconrdo de falarmos e darmos esse "feedback" sobre o que está acontecendo com as cordas... Pois, claro que pode existir a possibilidade de ser um defeito!

Mas acho mais importante do que falar o que estava acontecendo, seria esperarmos a resposta do Walker antes de se concluir qualquer coisa. ;)

Confesso que por estar esse ano afastado do GEEU, procurei não palpitar muito...
Mais importante poder se expressar, é saber ouvir e respeitar! (Essa frase, não está direcionada a ninguém, estou apenas devaneando) :)

Forte abs
Vorna

PS: Minha esposa acabou de dizer "Você tá escrevendo um livro?"... Quem vai ler tudo isso! :D hahaha
Não sei ser sucinto. :D haha


________________________________
 From: fcbannwart <fcbannwart em uol.com.br>
To: Carolina Ligiero <cligiero em yahoo.com.br>; Lista do Grupo de Escalada Esportiva e Montanhismo da Unicamp <geeu-l em listas.unicamp.br> 
Sent: Monday, November 26, 2012 10:11 PM
Subject: Re: GEEU - Cordas
 

Boa noite à todos,

Venho por meio desta dizer que pude acompanhar a forma como a Carol conduziu os trabalhos relativos à corda e posso afirmar que ela fez tudo corretamente, em todos os procedimentos.
 
Não percebi aqui na lista nada ofensivo com relação à Petzl.
 
Penso que se ocorre uma falha em um produto, ela deve ser investigada, mesmo que seja de um dos nossos patrocinadores.
 
Claro que somos todos gratos pelo patrocinio da Petzl.
Isso independe do problema.
 
Inumeras causas estao sendo discutidas, dentre as quais elenquei pelo menos 3 possiveis no meu email anterior.
A numero 1, inclusive, é o uso muito intensivo.
 
Pessoalmente, não deixo de confiar nas grandes marcas de cordas, seja Petzl, Beal, Mammut, Black Diamond, etc.
Todas elas passam por testes controlados de alto padrão.
 
Por outro lado, devemos defender a nossa liberdade de expressao na nossa lista.
Isso é um dos nossos fundamentos.
Não ha erro aqui em se criticar um produto; essa lista é fechada para nos do GEEU.
Por exemplo, eu nao gosto das botas Salomon; eu acho elas ruins.
 
Pela nivel de preocupaçao e de detalhe técnico do email do Walker, ainda que um pouco carregado de emoçao, fica evidente a sua disposição a nos esclarecer duvidas técnicas e ajudar a entender o problema.
 
Uma idéia é fazer um regisro e controle mais preciso dos equipamentos.
 
Houve uma discussao nesse sentido em 1995 a respeito de cordas e mosquetoes usados.
Em funçao disso fiz uma séria de ensaios e traçao com o apoio do CT da Unicamp, que cedeu os seus equipamentos.
O meu relatorio é publico e se encontra (ou se encontrava pelo menos) no site do GEEU.
Nesse relatorio ha varias conclusoes interessantes, entre as quais a de que a regiao de menor resistencia da corda é na posiçao 1/4 do seu comprimento, o que coincide com a regiao de maior exigencia media pelo atrito com o mosquetao base.
A corda mais fraca resistiu a cerca de 600 kgf e foi a que mais desprendeu po.
Todas as rupturas foram nos nos.
 
Abraços,
 
Bambam
 
 
________________________________
 
Em 26/11/2012 16:21, Carolina Ligiero < cligiero em yahoo.com.br > escreveu:
Oi, Walker. 
 
Eu não recebi o seu e-mail. 

 
Bom, nossa intenção nunca foi denegrir a imagem do produto. Só que tivemos um problema que nunca havia ocorrido antes e estamos tentando entender o que ocorreu. Mesmo os membros mais antigos (e experientes) se impressionaram com o desgaste da corda. Eu (particularmente) apenas comuniquei e externei o problema aqui na lista. Esta lista é um meio de comunicação muito importante para o grupo, que é muito grande e a maior parte das pessoas não se encontra diariamente. Os problemas mais sérios em geral são falados e debatidos neste espaço.
 
O que queremos é entender a origem do problema para que não ocorra no futuro, seja a falha originada por algum produto ou por uma atitude errada do próprio grupo. Estamos considerando, inclusive, a possibilidade de haver problemas com o corte da corda e com os freios que estamos usando.
 
Se nós quiséssemos denegrir a imagem do produto, haveria maneiras mais eficientes de fazer isso do que entrando em contato com o representante da marca ou divulgado os problemas em uma lista de frequentadores de um muro. Se houvesse algum problema com a corda, tenho certeza que você gostaria de ser comunicado. Por isso o e-mail com as preocupações e as fotos.
Além disso, nenhum de nós trabalha vendendo nenhum equipamento e não ganhamos absolutamente nada falando mal ou bem de qualquer marca que seja.
 
Como você, nós queremos que a escalada em si e o GEEU sejam tanto seguros quanto possível.
 
Também agradeceríamos muito se você pudesse repassar ao grupo um pouco da sua experiência com as cordas, seria de grande valia. 
Quando retornar, estaremos à disposição para conversar a respeito do ocorrido ou qualquer outro assunto a respeito de escalada.
 
Devo lembrar que esta resposta é bastante pessoal, mas a preocupação com a corda é um assunto de interesse geral do grupo.
 
Atenciosamente,
 
Carolina
 
 



>________________________________
>De: Walker Gomes FigueirÃ?a <walkerbrasil em gmail.com>
>Para: Carolina Ligiero <cligiero em yahoo.com.br>; Vornei Augusto Grella <vagrella em gmail.com>; Arthur F Gáspari <arthur.fg em hotmail.com> 
>Enviadas: Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012 15:26
>Assunto: Re: GEEU - Cordas
>
>
>Carolina, boa tarde ! 
>Tentei ligar para você no dia 21, mas você não atendeu.
>No mesmo dia viajei. Estou no Roctrip Argentina e logo saiu de férias voltando ao Brasil dia 10.
>Quando chegar te ligo.
>Enviei um email ao Vornei explicando isso, mas me parece que o email não foi reenviado a você. De toda forma, prefiro explicar pessoalmente por telefone pois se tratar de uma questão técnica e preciso que entenda bem. Porém vou adiantar por aqui.
> 
>A priore posso te dizer que não é problema nenhum da corda e nem da qualidade da mesma. A única coisa é que vocês estão dando um uso extremo e nenhuma corda aguenta isso. Posso ensinar a vocês a inspecionar as cordas, para poderem saber quando descartá-las, pois pelo que estou vendo as mesmas não estão sendo inspecionadas por nenhum inspetor credenciado/habilitado, deixando chegar a esse ponto.  (temos um curso de inspeção de EPI, talvez fosse interessante alguém do GEEU participar, veja o programa em nosso site www.spelaion.com)
> 
>Quando a ter cordas que possam resistir mais tempo, isso é ocasionado por diferentes construção de cordas, por exemplo, capa mais grossa e alma mais fina, que é o que as cordas brasileiras possuem. Entretanto isso trás um risco enorme, porque mascára o desgaste da mesma, e quando a capa se prejudica, a alma tem uma resistência bem menor (pois tem bem menos alma).
> 
>Portanto sugiro que vocês comprem qualquer corda que respeitem a Norma Européia EN 1891 tipo A. Pois essas todas serão cordas seguras, independentemente da marca: beal, petzl, new england, etc.
> 
>Quanto as outras cordas, não se iludam com o fato de resistir mais, pois por não seguirem um padrão adequado de confecção como esta norma manda, acabam colocando em riscos que muitas vezes o usuário não vê. Um exemplo disso é o acidente que ocorreu na Petrobrás Bahia ano passado, onde um escalador industrial, preso em 2 cordas, morreu, pois as 2 cordas romperam. 
> 
>Outro detalhe que vocês não podem deixar de perceber é que cordas mais duras, que talvez dure mais na parede, trará um desgaste bem maior nos asseguradores e descensores usados na mesma. Ou seja, a corda "talvez " dure mais, mas os metálicos que ficam em contato com ele, durarão muito menos. E quando coloca na ponta do lápis dá prejuízo. 
> 
>O dono da Casa de Pedra está comigo no Petzl Roctrip, comentei com ele do que ocorreu no GEEU, ele já testou todas as cordas do mercado na academia dele e me disse que nunca conseguiu uma corda que dure mais de 3 meses e se mantenha segura.
> 
>Você me disse que usam todo dia por 6 horas. Com isso, calcule quantas horas essa corda já foi usada. E se fosse usada em espeleo ou canyoning aos fins de semana com certeza não teria sido usada nem 1/3 do que já foi. E o problema maior do top rope é que a corda está sempre atritando e sendo pressionada no mesmo lugar, o que danifica a mesma.
>Bom, se tiver dúvidas me escreva, senão quando eu chegar te ligo.
>Só peço que os escaladores do GEEU escutem o que a Petzl tem a dizer técnicamente sobre isso, antes de ficarem enviando emails falando mal de um produto, do qual receberam de patrocínio, baseado em falsas informações técnicas. (recebo a lista do GEEU)
> 
>Caso vocês queiram ir além, comprem a norma EN1891 (é a norma de maior referência no mundo para fabricação de cordas) e nela poderão ter muitas infos de cordas e inclusives como são feitos os ensaios.
> 
>Copio nesse email o Xitão e Vornei, que foram as pessoas que me contactaram solicitando esse patrocínio.
>No mais, fico à disposição e agradeço sua atenção quanto a este tema. Espero poder contribuir ao máximo com informações.
>Também gostaria de ver a corda, como falei ao Vornei.
> 
>Att,
> 
> 
>
>Walker Gomes Figueiroa
>Spelaion - Distribuidor Exclusivo da Petzl no Brasil
>www.spelaion.com
>
>
>
>
>
>Em 23 de novembro de 2012 10:49, Carolina Ligiero <cligiero em yahoo.com.br> escreveu:
>
>Oi, Walker.
>> 
>>Ontem mais uma corda Petzl foi retirada do uso porque a alma "pulou"fora da capa repentinamente.
>> 
>>Fui monitora na quarta (anteontem) e não havia nada de errado (aparente) com as cordas.
>> 
>>Acho que seria interessante escrever algo à Petzl, pois estamos ficando com medo de usar estas cordas!
>> 
>>Carolina
>> 
>> 
>>
>>
>>
>>>________________________________
>>>De: Walker Gomes FigueirÃ?a <walkerbrasil em gmail.com>
>>>Para: Carolina Ligiero <cligiero em yahoo.com.br> 
>>>Enviadas: Quarta-feira, 21 de Novembro de 2012 7:34
>>>Assunto: Re: GEEU - Cordas
>>>
>>>Carol, me passe seu telefone por favor. E mais facil te explicar por tel.
>>>Bjs
>>>Walker
>>>
>>>Em terça-feira, 20 de novembro de 2012, Carolina Ligiero<cligiero em yahoo.com.br> escreveu:
>>>> Oi, Walker.
>>>> Estamos usando uma corda Petzl no muro, que veio para o campeonato.
>>>> Nosso uso é bastante intenso (todos os dias por pelo menos 6 h) e as cordas se deterioraram muito rapidamente.
>>>> Estamos tendo problemas sérios, pois a alma está escapando por fora da capa, problema que nunca havíamos observados com outras cordas (por exemplo, a K2). Semana passada foi a segunda vez que isso aconteceu, o que está nos preocupando bastante. 
>>>> As outras cordas, após cerca de 6 meses de uso, ficavam bastante duras, o que não aconteceu com a Petzl, mas as outras não sofreram problemas de deterioração da capa ou da alma.
>>>&
 gt; Não sei exatamente qual a corda que temos (o modelo), mas vc teria alguma justificativa ou contato do fabricante para que possamos registrar o problema?
>>>> De qualquer forma, vou passar a sua oferta para a votação quando da compra da corda.
>>>> Obrigada, Carolina
>>>>
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> ________________________________
>>>> De: Walker Gomes FigueirÃ?a <walkerbrasil em gmail.com>
>>>> Para: cligiero em yahoo.com.br
>>>> Enviadas: Segunda-feira, 19 de Novembro de 2012 14:37
>>>> Assunto: GEEU - Cordas
>>>>
>>>>
>>>> Walker Gomes Figueiroa
>>>> Spelaion - Distribuidor Exclusivo da Petzl no Brasil
>>>> www.spelaion.com
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> Carol, boa tarde !
>>>> Caso desejem comprar a corda da petzl, podemos fazer a parallel 10,5mm por 9,00 o metro
 promocionalmente para o GEEU. Veja na internet que o valor de venda dela é quase o dobro.
>>>> À disposição,
>>>> Walker
>>>> ---------- Mensagem encaminhada ----------
>>>> De: Walker FigueirÃ?a <walkerpira em gmail.com>
>>>> Data: 16 de novembro de 2012 21:05
>>>> Assunto: Fwd: GEEU - Cordas
>>>> Para: Walker Gomes FigueirÃ?a <walkerbrasil em gmail.com>
>>>>
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> ---------- Mensagem encaminhada ----------
>>>> De: Carolina Ligiero <cligiero em yah oo.com.br>
>>>> Data: 16 de novembro de 2012 10:12
>>>> Assunto: GEEU - Cordas
>>>> Para: Lista do Grupo de Escalada Esportiva e Montanhismo da Unicamp <geeu-l em listas.unicamp.br>
>>>>
>>>>
>>>> Olás.
>>>> Bom, estou procurando preço de cordas, pois em breve teremos que trocar as nossas.
>>>> Nos sites há uma grande variedade de tipos e preços. Cordas estáticas mais comuns:
>>>> Mais baratas: fabricação nacional (nem marca têm), 12 mm, 3,00 o metro. Capa e alma 100% poliamida;
>>>> intermediárias: Tipo K2, entre 10 e 11 mm, cerca de 6,00 o metro, alma em poliamida e capa em poliéster.
>>>> mais caras: Beal, certificação UIAA, 10,5 mm, cerca de 9,00 o metro.
>>>> De qual compramos?
>>>> Carol
>>>> _______________________________________________
>>>> GEEU-L mailing list
>>>&
 gt; GEEU-L em listas.unicamp.br
>>>> https://www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/geeu-l
>>>>
>>>> ************
>>>>
>>>> Visite os nossos sites:
>>>> http://www.geeu.wsystem.com.br
>>>> http://geeuescalada.blogspot.com
>>>>
>>>> Para sair da lista, informe o seu email em: https://www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/geeu-l
>>>>
>>>>
>>>>
>>>>
>>>>
>>>
>>>-- 
>>>Walker Gomes Figueiroa
>>>Spelaion - Distribuidor Exclusivo da Petzl no Brasil
>>>www.spelaion.com
>>>
>>>
>>>
>>>
>>>
>
>
 
_______________________________________________
GEEU-L mailing list
GEEU-L em listas.unicamp.br
https://www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/geeu-l

************

Visite os nossos sites:
http://www.geeu.wsystem.com.br
http://geeuescalada.blogspot.com

Para sair da lista, informe o seu email em: https://www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/geeu-l
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://www.listas.unicamp.br/pipermail/geeu-l/attachments/20121127/f723bc1c/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GEEU-L