GEEU - Reformas no GEEU

joao ricardo gonçalves joaoricardocg em gmail.com
Sex Jul 1 18:58:36 BRT 2016


Gente,

Vamos manter o foco, por favor.
A questão sobre os passos que vão ser tomados já foram decididos por
consenso, não?
Sem querer ser o elemento inquisitório/imperativo e já sendo… acho que já
temos algumas coisas a serem feitas. Que tal nos preocuparmos em cumprir
com isso para depois elucubrar sobre outras questões como o negativo? Já
vimos que não é o momento ideal para lidar com o negativo agora. Mesmo que
haja uma questão intrínseca do grupo de falta de superfície escalável… é a
Diretoria que dá a palavra final sobre a construção ou não de um negativo
em nossas dependências. Isso vai depender de um aval deles… e no momento
temos algumas questões afuniladas em âmbito de Direção: os paredões do
Ginasião e o Eng. ABNT, que muito provavelmente podem fazer com que a
Direção não de nenhum aval positivo para qualquer alteração da grandeza da
construção de um novo negativo.
Aproveitando a bola levantada do Francis… o Ginasião é um tema que vem e
vai de acordo com a Direção que esta no comando da FEF. Correto. E acredito
que agora a coisa vá para frente. Vamos aproveitar esse momento e ver como
isso vai se desenvolver. Caso a gente tome mais um "calote" da Direção a
gente retoma o plano inicial de construir o nosso próprio negativo.
Não pensem que eu não quero um muro negativo constante para guiar no GEEU.
Eu sou o primeiro que quer isso. Sem dúvidas...Gente, eu sou escalador de
via!!! Rs. Pode parecer bizarro, eu sei. Mas, uma das coisas que me fizeram
migrar para o boulder é a falta de estrutura ideal para guiar em Campinas e
região. Gente, eu mandei meu primeiro 9c com 5 anos de escalada e o meu
primeiro V10, veio 2 anos depois! Eu sou das via, porra! Ninguém tá mais na
fissura de treinar via no GEEU do que eu, certamente… Rs.
Brincadeiras a parte… Além da questão do aval da diretoria temos mais
outros três problemas internos. 1- falta de grana para montar uma estrutura
digna da energia que vamos gastar nesse projeto; 2- a falta de espaço no
GEEU; 3- falta de mão de obra e boa vontade dos membros. Desenvolvo:
1- Sei que o Francis falou que desde 2008 somos enrolados com a questão do
Ginasião. Bom, acho que vale a pena esperar mais um pouco (aparentemente
dessa vez a coisa vai)… Sinceramente, não temos grana para desenvolver um
projeto de negativo no GEEU. No mínimo com a experiência que eu tenho de
montagem de parede de escalada esse negativo vai beirar os R$ 25.000,00
(com a nossa própria mão de obra - se a mão de obra for terceirizada a
coisa vai para a casa dos R$ 30.000,00 no mínimo). Para fazer um negócio
bom… Quanto tempo a gente demoraria para ter uma folga dessas em caixa? 4
semestres? 2 semestres? Eu acho que nesse tempo de tentar angariar essa
grana a Direção já nos deu uma resposta concreta sobre o Ginasião. Além
disso, temos o tempo para executar o projeto, quanto tempo isso iria
demorar? Bom, desde setembro de 2013, foi votado em assembleia que uma
comissão iria desenvolver o projeto desse novo negativo… até hoje nada.
Além disso, em setembro de 2013 eu e mais 5 pessoas resolvemos tocar a
construção da área de boulder que só ficou pronta em maio de 2015. Façam as
contas 1 ano e 8 meses para tocar um projeto bem mais simples que o novo
negativo (ps: isso porque já tínhamos o projeto e parte da grana da área de
treino em mãos). Se formos medir as coisas em geração… o negativo vai sair
no mínimo daqui dois anos! Tempo em que a gente pode ter até a parede do
Ginasião paga pela UNICAMP e executada por profissionais terceirizados, não
feita por nós mesmos.
2- Usando essa estimativa de 2 anos e trazendo a celeuma da falta de
espaço… Não se esqueçam que o negativo não vai surgir do nada na parede
como um passe de mágica. Ora, sabemos muito bem que um negativo para ser
construído no GEEU vai precisar ocupar um espaço no meio tempo em que será
construído. Ou seja, serão dois anos de um bom espaço ocioso sendo ocupado
pela obra da construção. Se for no negativo da direita (que é o projeto
aparentemente mais simples)… serão dois anos com o top da direita
interditado para construção do negativo! Sendo que eu acho que se o novo
negativo tiver o tamanho de um top é pouco… por mim teria que ser no mínimo
dois. Mas, levando em consideração o projeto mais básico são mais 2 anos de
aperto para a construção de algo que só depois vai liberar espaço com a
desmontada do negativo antigo… tem nexo isso? Acho que não… Vão ser 2 anos
de mais caos por falta de espaço!!! Por isso, temos que pensar bem nessas
coisas. Se existe a predisposição de construir mais um negativo para
angariar espaço com a desmontada do negativo antigo… o negativo antigo deve
ser desmontado imediatamente antes da execução do projeto do novo negativo
e temos que conviver com a ideia de que ficaremos um tempo sem negativo
"nas alturas"(embora os módulos possam satisfazer temporariamente a
ausência de faces variadas no paredão). Além disso, na conta dos 2 anos de
execução coloquem mais uns 4 meses para desmontar o negativo antigo.
3- Essas sequências de obras levam ao quesito mão de obra… quem vai
desmontar um negativo e montar outro na sequência? Malemá conseguimos gente
para tocar a organização do armário e do interior do boulder. Quiça, vamos
conseguir gente para tocar duas obras de grande porte na sequência! Como já
vim de uma obra recente (a área de treino) ainda quero poupar a energia do
grupo para colocar a mão na massa, pois sei que é muito desgastante. Então,
vale esperar o Ginasião… se rolar mesmo o negativo no Ginasião acredito que
não vamos precisar colocar a mão na massa e vai ser tudo feito por uma
empresa especializada no tema. Entre tocar duas grandes obras na sequência
com as próprias mãos e ainda com o dinheiro do GEEU ou mandar fazer um
negativo com a grana da Unicamp sem colocar a mão na massa… eu prefiro
mandar fazer e aguento mais uns meses esperando a Unicamp alinhar os
trâmites burocráticos.
O tempo e o desgastes que vamos ter para construir nosso próprio negativo
compensa a espera da resposta final da Unicamp. Tendo isso em consideração
eu pergunto: Então, precisamos mesmo nos desgastar com o tema negativo
agora? Ou seria melhor a gente se virar com o que temos para aumentar o
espaço escalável e esperar mais um pouco? Se a resposta for: não dá para
esperar e vamos fazer de tudo para o nosso negativo no muro role … nós
temos alguns panoramas a serem pensados:
1- A Direção negar a construção do negativo e depois de um tempo liberar a
construção no Ginasião; (que é o panorama mais plausível)
2- A Direção barrar a construção do nosso negativo e nos enrolar e/ou nunca
construir o do Ginasião; (vamos força a construção do nosso a qualquer
custo)
3- Aceitar a construção do nosso muro e depois aceitar a construção do
Ginasião… o que seria muito bom… mas, nem tanto sendo que vai sobrecarregar
muito a "galera que faz" e acabar que podemos correr o risco de não
conseguirmos dar atenção ao Ginasião colocando uma boa oportunidade a
perder;
Enfim, temos outros panoramas é claro… Mas, fica as ponderações para vermos
que não é tão fácil assim o "faz assim" ou "faz assado"... Não somos nós
que tomamos as rédeas do negócio e o que aparenta ser uma solução pode não
ser possível de se executar ou pode não atender a demanda de espaço no
primeiro momento e pode gerar um caos na execução.
Voltando… sabemos que são poucos no grupo que trabalham quando precisam… já
começa agora pela questão de organizar as coisas do armário e de dentro do
boulder. Já foi decidido que isso é para ser feito e ninguém se candidatou
para ir lá fazer (a não ser o Gabriel). Entendem? Para que discutirmos algo
tão distante se nem as coisas mais simples a gente nem dá conta?
Vamos colocar os pés no chão e vamos resolver as coisas mais próximas
(imperativo).
1- Precisamos de uma força tarefa para organizar o armário e dentro do
boulder;
2- Fiz a contabilização da madeira serão por volta de 5 compensados
(contando com um do boulder que apodreceu por causa das goteiras). Acredito
que para a lateral não precisa ser um compensado tão grosso, afinal, acho
que a escalada daquele lado é muito perigosa e não precisa rolar; então,
não precisa ser algo que aguente uma pessoa e sim apenas uma parede para
tapar o lugar. O que vocês acham?
3- A maioria das pessoas se mostrou favorável em comprar 12 módulos por R$
2.000,00. O Sapo esta segurando esses produtos para decidirmos… Se ninguém
mais se manifestar vou fechar essa compra, pois a maioria decidiu pela
compra total.
4- Sobre a questão da fenda conversei com o Sapo… ele tem fenda de resina!
Ele faz a promoção para a gente de R$ 350,00 o metro de fenda. Eu acho que
pelo trabalho e pelo gasto de tempo e dinheiro que vamos ter para fazer a
nossa tá valendo a pena. Entretanto, ela vai precisar de uma caixa de
madeira para ser fixada no GEEU. Pois, é uma fenda embutida. Teria que ver
se os que querem tocar o projeto da fenda aceitam fazer essas adaptações ou
preferem arriscar fazendo uma com as próprias mãos. Eu já trabalhei muito
com resina e módulos para escalada e já adianto que o negócio é trabalhoso
e desgastante… e que para mim é melhor comprar pronto mesmo. Temos dinheiro
para isso.
Vou deixar o link da fenda… qualquer dúvida é só falar comigo.
http://www.sapoagarras.com/#!product/prd1/3196040891/fendas-sapo-agarras   |
Aguardo respostas até segunda-feira, dia 4/jul.
Boas escaladas.

Em 1 de julho de 2016 16:12, Gabriel <gabriel em suportetelecom.com> escreveu:

> Boa tarde a todos,
>
>         Passei hoje no Boulder e percebi que seu interior é composto de
> 90% de lixo e 10% de coisa inútil, dado esse fato muito coisa vai p o lixo
> amanhã. Caso algum membro tenha apego sentimental pela sujeira lá existente
> recomendo que apareça amanhã cedo e leve o dito " suvenir " embora, e deixe
> exposto na estante da sala, ou caso alguém seja contra, o mesmo será muito
> bem vindo amanhã cedo p discutirmos em loco, entre uma atividade e outra,
> grato a todos pela atenção.
>
> Ps. O Boulder vai ser lavado por dentro também, paredes e chão .
>
>
> At
> Suporte
>
> > Em 1 de jul de 2016, às 13:36, Leandro Torres Zanvettor <
> leandro.torreszanvettor em gmail.com> escreveu:
> >
> > Eu também acho q o ganho com a barra não é muito grande, mas aumentar o
> número de tops é sim um grande ganho pro grupo. Quanto mais gente escalando
> ao mesmo tempo menor as filas, mais gente aproveita do muro no mesmo
> intervalo de tempo.
> >
> > Francismar, discordo que hj já atrapalha escalar com alguém no top do
> lado, os tops estão tão distantes um do outro! Vc pode citar exemplos? Uma
> via específica que tenha esse problema, eu até concordo, mas no geral,
> 99,9% do tempo não acontece isso. 99,9% do tempo mais da metade da área do
> muro  tá parada sem usar. As marcas de borracha das sapatilhas na parede
> são meio que um registro de onde a maioria dos escaladores passa, e dá pra
> ver bem como o espaço é subutilizado.
> > Se vc põe no google imagens "climbing gym" e procura as paredes de
> escalada vertical, da altura do GEEU, o que mais tem é parede com um top
> por metro (em anexo exemplos). Tem até uma imagem que os caras estão
> guiando, um do lado dou outro. São ginásios novos, modernos, espalhados em
> vários lugares do mundo. Vendo essas imagens eu percebo q dá pra por 8 tops
> no muro todo, ou sem tirar o negativo dá pra fazer 6 tops na área atual do
> muro!
> >
> > Pq não criar a possibilidade de mais gente escalar ao mesmo tempo? Não é
> obrigatório ter 8 pessoas escalando no GEEU simultaneamente, mas criar a
> possibilidade disso é muito bom para o grupo.
> >
> > A gente pode "setorizar" o muro igual fazemos no boulder nos
> campeonatos, criando tops com maior amplitude horizontal, conforme essa
> ilustração. Ai fazemos vias q a maior parte das agarras está contida em
> apenas um setor do muro (um top), assim conseguimos evitar  o "transito" no
> muro. Esses setores podem ser mudados de tempos em tempo, pode por agarra
> fora, uma ou outra, mas nos empenharíamos em criar vias dentro de um setor
> só. Dá pra interditar o top do lado enquanto alguém faz uma via muito
> horizontal, só que vai ter mais 6 tops pro cara poder escalar!
> >
> > Enfim, tudo isso só seria necessário se a escalada simultânea for um
> problema relevante, que atrapalhe muito nosso dia a dia, que eu acho q não
> será o caso. O grande fator condicionante seria nossa imaginação em criar
> vias e resolver o "problema" da escalada simultânea.
> >
> > <Sem título - Copia.png>
> > ​
> >
> >
> > <Climb Central Singapore03.jpg>
> > <Climb-Central.jpg>
> > <climbing-new-area-800x327.jpg>
> > <Deloc-LFM-RocSpot-34-sur-36.jpg>
> > <ethos-climbing-wall-3-690x430.jpg>
> > <hangdog-420x300.jpg>
> > <i-JFWVq7Z-L1.jpg>
> > <IMG_2660-2-427x6421.jpg>
> > <indoorrockclimbing.jpg>
> > <Main-Room-Straight-Up.jpg>
> > <o.jpg>
> > <rocspot_climbers.jpg>
> > <RutgersRockClimbingWall.jpg>
> > <seattlevibrant2.jpg>
> > <Solid_Rock_Gym_-_Poway.jpg>
> > _______________________________________________
> > GEEU-L mailing list
> > GEEU-L em listas.unicamp.br
> > https://www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/geeu-l
> >
> > ************
> >
> > Visite os nossos sites:
> > http://www.geeu-escalada.org
> > http://forum.geeu-escalada.org
> >
> > Para sair da acesse:
> > https://www.listas.unicamp.br/mailman/options/geeu-l, preencha o campo
> email e clique em "Desinscrever".
>
> _______________________________________________
> GEEU-L mailing list
> GEEU-L em listas.unicamp.br
> https://www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/geeu-l
>
> ************
>
> Visite os nossos sites:
> http://www.geeu-escalada.org
> http://forum.geeu-escalada.org
>
> Para sair da acesse:
> https://www.listas.unicamp.br/mailman/options/geeu-l, preencha o campo
> email e clique em "Desinscrever".
>



-- 
João Ricardo da Costa Gonçalves
Advogado OAB/SP 287.082
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://www.listas.unicamp.br/pipermail/geeu-l/attachments/20160701/570053df/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GEEU-L